Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando Fechar Compra

NOTA DE CORTE, OLHO NA VAGA E ESTUDO PARA SEGUNDA FASE DA DPE/RJ

NOTA DE CORTE, OLHO NA VAGA E ESTUDO PARA SEGUNDA FASE DA DPE/RJ

Faaaaala, galera. Victor Linhares por aqui. Genteee, cês querem me matar é? Praticamente não dormi de ontem para hoje com tanta mensagem linda vocês. Muuuuuita gente com excelente pontuação para a segunda fase, em uma prova tão diferente como essa.
Agora vamos falar sobre coisa séria.
Esse concurso teve, de fato, muitas peculiaridades. Primeiro, muitas questões extensas, com enunciados que chegaram a quase uma lauda. Segundo, tivemos algumas questões com alternativas dúbias. A prova disso é que, em gabarito extraoficial, diversos professores (Defensores) não souberam ao certo o gabarito de várias questões, então por aí a gente já vê a dificuldade que foi essa prova.
Por um lado, parece que a DPE/RJ e a FGV fizeram um excelente trabalho quanto à organização do concurso. Não tivemos relatos de aglomerações nem de qualquer espécie de interferência que possa questionar a lisura do certame. Nesse quesito, nota 10 para a organizadora.
Mas o que tem gerado dúvida na maioria de vocês é sobre a nota de corte para a segunda fase, então por isso resolvi falar com vocês sobre isso. Bora lá?

QUEM VAI PARA SEGUNDA FASE?
Primeira coisa é saber quem vai ou não para a segunda fase. Para isso, você precisaria ler não o edital, mas o regulamento do concurso (clique AQUI e baixe, caso queira). Nele é que se estabelece quem vai para a segunda fase.
O art. 52 diz o seguinte:

Art. 52 – Será considerado(a) habilitado(a) na primeira etapa o(a) candidato(a) que preencher os seguintes requisitos:
I - lograr obter 27 acertos ou mais na Prova Objetiva e simultaneamente for classificado até 350a colocação na lista de ampla concorrência e os empatados nesta posição;
II - lograr obter 27 acertos ou mais na Prova Objetiva no tocante às vagas reservadas aos candidatos(as) com deficiência;
III - lograr obter 27 acertos ou mais na Prova Objetiva no tocante às vagas reservadas aos candidatos negros e índios;
IV - lograr obter 27 acertos ou mais na Prova Objetiva no tocante às vagas reservadas à população com hipossuficiência econômica.

Perceba, assim, que para ir para a segunda fase da DPE/RJ vai depender, primeiro, da vaga que você está concorrendo. Desta forma, segundo o regulamento, temos o seguinte.
 
NOTA DE CORTE, OLHO NA VAGA E ESTUDO PARA SEGUNDA FASE DA DPE/RJPerceba, pessoal, que quem está concorrendo pelas cotas, para ir para segunda fase precisa apenas ter acertado 27 questões. Não há outro pré-requisito (pelo menos busquei e não achei no edital e nem no regulamento).
Já as pessoas que estão pela ampla concorrência, precisam, além de ter acertado pelo menos 27 questões, ficar entre os 350 primeiros (cláusula de barreira). Desta forma, os demais, apesar de terem feito 27 ou mais pontos, não serão convocados para a segunda fase.

O OLHO NA VAGA TRAZ UM BOM PARÂMETRO?
Para quem não conhece bem ou nunca ouviu falar, o ONV (Olho na Vaga – www.olhonavaga.com) é um site que trabalha com estatística em rankings pós-prova. Ele calcula, através de algoritmos e funções, possível nota de corte para o concurso.
Nesse algoritmo ele calcula o número total de pessoas que se inscreveram para a prova e faz uma probabilidade com as notas inseridas pelos candidatos. Ele considera, ainda, os faltosos (uma média de 10%).
Acontece que conforme publicação no site da DPE/RJ, tivemos um número alarmante de abstenção (faltosos), equivalente a 32,3% dos inscritos (cerca de 3.821 faltosos).
Trata-se de um número muito elevado, tendo se dado em razão do agravamento da pandemia nos últimos meses.
Acontece que, com isso, a nota de corte indicada no ONV certamente está 1 ou 2 pontos acima do corte real. Hoje, 22 de Junho de 2021, no momento que escrevo esse texto (7h da manhã), o Corte para ampla concorrência está em 59 pontos. Contudo, se você analisar bem, a pessoa que está em 350º está com 56 pontos (no momento em que estou vendo o ranking).
Por outro lado, é claro que também temos que considerar pessoas que tiveram excelentes notas e não colocaram no ranking. Porém, as pessoas que acreditam ter ido bem na prova, em sua quase totalidade, inserem sua nota no ONV (quase 100% delas). Ou seja, o percentual de pessoas que foram bem na prova e não estão no ranking é muito baixo. Em resumo, o ONV traz sim o excelente parâmetro. Contudo, acredito que, dessa vez, o corte não será fiel em razão da grande abstenção.

SEGUNDA FASE PARA AGOSTO, E AGORA?
O DPG Rodrigo Pacheco publicou em seu Twitter que as provas discursivas estão previstas para AGOSTO. Isso mesmo, agosto. Eu sei que você deve estar muito assustado com provas para agosto, pois já está MUITO EM CIMA. Contudo, precisamos ter calma. Dois pontos você deve considerar: 1) você já vem estudando muito bem, a prova disso é que conseguiu nota para avançar para a segunda fase. 2) você muito provavelmente sabe estruturar uma peça processual, pois já fez a OAB ou já trabalhou como advogada(o), assessora(or), ou algo do tipo. Portanto, não se desespere.
Nessa reta final o objetivo é aprender detalhes sobre estrutura de peças práticas (cíveis e criminais), e saber utilizar bem o seu vade-mecum. E isso não é algo difícil. Dá para aprender no tempo que temos.

QUE MATERIAL USAR PARA ESTUDAR PARA SEGUNDA FASE?
Essa pergunta também é recordista. Muitos acham que existe um material jurídico específico para segunda fase, e isso não é verdade. O material para a segunda fase é o mesmo que você estudou para a primeira, com algumas (poucas ou quase nada) adaptações. O conhecimento jurídico que você tem será utilizado para a segunda fase (tanto sobre o direito material, como também para o direito processual).
Mantenham a calma, respirem fundo, estamos aqui para ajudar cada um de vocês. Porém, manter a tranquilidade (embora seja difícil nesse momento de euforia) é crucial.
CURSO PARA SEGUNDA FASE
Se você nunca fez peças práticas para Defensoria Pública não tem nenhum problema. Agora será o momento de aprender a estruturar (aspectos formais) e treinar as teses que você aprendeu estudando para primeira fase.
Como assim, professor Victor, teses?
Sim, com certeza se você estudou por um material específico, como é o do RDP, você sabe muito bem o que é coculpabilidade, por exemplo. Portanto, em eventual alegações finais por memoriais escritos (calma, você vai aprender sobre isso), quando você for debater em tópico sobre a dosimetria da pena, irá comentar sobre a coculpabilidade nas circunstâncias atenuantes, por exemplo, se o caso der informações que permitam usar essa circunstância.
O RDP fará um curso para a segunda fase da DPE/RJ com correção, contudo, em razão do nosso escasso tempo e do nível de atenção que damos aos alunos, teremos apenas 15 vagas com correção individualizada. Quem tiver interesse basta acompanhar as redes sociais que informaremos a data do lançamento, mas não faremos reservas.
De toda forma, também teremos a opção sem correção, que também contará com roteiros completos de peças processuais cíveis e criminais, material da primeira fase para estudo de alguns pontos, etc.

RESUMO DA ÓPERA
Se você está inscrito como cotista e acertou pelo menos 27 questões, ou se ampla concorrência e está com 55+, a minha sugestão é estudar para segunda fase. Quem está com 55 ou 56 tem a obrigação de recorrer de questões que possivelmente estejam erradas, pois embora a atribuição de pontos das anuladas seja para todos, isso pode fazer a diferença na hora de ir ou não para segunda fase.
Quem já estiver com confiança de que vai para segunda fase, recomendo assistir um curso gratuito de peças processuais para Defensoria, que gravei em 2019, abordando peça por peça clicando AQUI.

Estou torcendo por cada um de vocês.
 
Um forte abraço, @victorhlinhares
  

Prof. Victor Linhares

https://rumoadefensoria.com
  • Rogerio Carvalho dos Santos
    Rogerio Carvalho dos Santos29.06.21 07h45

    Vítor, não estou encontrando informações sobre o curso para as provas específicas da DPE-RJ. Já há informações no portal?

    RESPONDER
    Enviando Comentário Fechar :/
    • Prof. Victor Linhares
      Prof. Victor Linhares29.06.21 10h32

      Olá, Rogério, lançaremos dia 1º de Julho. Um abraço.

      RESPONDER
      Enviando Comentário Fechar :/
  • Bruno Chaves
    Bruno Chaves25.06.21 17h49

    Prof. Victor, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo excelente canal de comunicação para com o público. Não o conhecia, nem o RDP, mas fiquei impressionado com a didática e a objetividade contidas em seus vídeos sobre peças práticas no Youtube.
    Mesmo antes de ocorrer a prova objetiva da DPE-BA, gostaria de começar a exercitar e praticar para a fase discursiva. Será ofertado algum curso de Discursiva para a DPE-BA? O de discursiva da DPE-RJ que será em breve ofertado abrangeria os conteúdos necessários para a futura discursiva da DPE-BA?
    Grato.
    Bruno

    RESPONDER
    Enviando Comentário Fechar :/
    • Prof. Victor Linhares
      Prof. Victor Linhares26.06.21 08h55

      Olá, Bruno. Bom dia, meu amigo. Obrigado pela confiança, e fico feliz que tenha gostado. Olha, eu não aconselho focar na discursiva agora. Fique tranquilo, porque dá para você aprender sim após a primeira fase. Pode confiar. Todos os meus estudos para 2º fase foram pós prova objetiva, e deu certo. Não indico estudar pelo curso do Rio, pois cada segunda fase tem suas peculiaridades. 


      Forte abraço, Bruno.

      RESPONDER
      Enviando Comentário Fechar :/
  • Carlos Fabiano Silva Bastos
    Carlos Fabiano Silva Bastos22.06.21 15h23

    Prof., muito obrigado por esses esclarecimentos. Eu sou cotista e fiz 44 pontos. Fiquei triste não concordei com alguns gabaritos. Já tinha jogado a toalha, mas agora, me animei e vou me preparar para a 2ª batalha. Muito obrigado.

    RESPONDER
    Enviando Comentário Fechar :/
    • Prof. Victor Linhares
      Prof. Victor Linhares22.06.21 17h19

      É isso aí, Carlos. Bora pra cima. Parabéns! :D

      RESPONDER
      Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/
Voltar ao topo